fbpx
vestido de noiva para casar ao ar livre

Vestido de noiva para casar ao ar livre: como escolher?

No campo, na praia ou até em um vinhedo ou um belo jardim. Os casamentos em lugares abertos estão cada vez mais em evidência, o que faz com que muitas noivas tenham dúvidas na hora de escolher pelo vestido de noiva para casar ao ar livre.

Se você este será o seu tipo de casamento, confira as dicas importantes que separamos e que podem tornar mais fácil o momento da escolha do vestido!

Como escolher o vestido de noiva para casar ao ar livre?

Nem todos os casamentos ao ar livre são iguais, além das diferenças óbvias da paisagem e do clima, também é preciso considerar o tipo de celebração que vocês estão organizando, seus desejos e vontades, o horário do casamento e outros dados importantes. Veja algumas dicas:

  1. Cuidado com o modelo do vestido

Como será o ambiente em que você está planejando o seu casamento? Para as cerimônias na praia, por exemplo, é preciso evitar os modelos muito longos ou arrastando no chão, devido à areia. Também é recomendado fugir dos modelos muito pesados ou com volume extra na saia.

O mais indicado costuma ser o tipo sereia, mas os modelos mais retos e o império também funcionam muito bem nessas situações.

Os vestidos mais aconselhados para esse tipo de casamento são os sem manga ou com alças finas, mas se você não se sente a vontade mostrando os braços pode optar por mangas curtas rendadas ou usar algum bolero mais leve.

  1. Atenção ao tecido

Dependendo da época do ano em que você irá se casar, as celebrações ao ar livre podem ser mais quentes e abafadas. Por isso, os tecidos mais leves e fluidos são os mais interessantes.

Algumas ideias são o chiffon, a seda, a organza, o tule, o cetim misto, o musseline e o crepe georgette de seda pura.

Outra ideia é apostar na renda, que traz um ar mais romântico ao vestido e está sempre na moda, dando um toque mais sensual e elegante.

  1. Os decotes também devem ser considerados

Os decotes em V, tomara que caia e strapless (sem alças) são os mais recomendados, porque mostrar um pouco mais de pele combina muito bem com os casamentos ao ar livre.

Justamente por isso, evite decotes muito fechados e que dão uma aparência pesada ao look, como os modelos com gola alta.

  1. Sapatos e acessórios complementam a produção

Como o vestido de noiva para casar ao ar livre costuma ter um comprimento menor, os sapatos tendem a ficar em evidência, por isso preste atenção no modelo na hora da escolha.

Se você faz o tipo de noiva mais ousada, é possível até mesmo trazer um pouco de cor (principalmente se o seu vestido for curto). Além disso, é essencial optar por um modelo bastante confortável e que lhe permita curtir a festa toda.

Os acessórios como grinaldas com pérolas, flores avulsas no arranjo de cabeça, grinalda de flores ou ainda a coroa de flores ficam lindas, são super românticas e combinam muito com os casamentos ao ar livre. A dica é sempre optar pelos acessórios delicados.

Gostou dessas dicas para escolher o vestido de noiva para casar ao ar livre? Compartilhe em suas redes sociais e ajude as suas amigas a encontrarem o vestido ideal!

IMG_8083

Vestido de festa para casamento: você sabe como escolher?

Quando você recebe um convite de casamento, vai dizer que a primeira coisa que passa pela sua cabeça não é “nossa, com que roupa eu vou”? Homens e mulheres têm essa dúvida, mas entre elas a escolha pode ser ainda mais demorada.

Encontrar o vestido de festa para casamento que vista bem, valorize o seu corpo, o tom da sua pele e ainda esteja de acordo com a cerimônia pode gerar bastante dúvida e fazer com que muitas mulheres fiquem preocupadas. Mas, calma! Hoje nós vamos lhe ajudar a encontrar o modelo ideal e ficar linda para essa ocasião.

Como escolher o vestido de festa para casamento?

IMG_7620
Independente dos seus gostos pessoais para a moda é sempre importante manter o bom senso e ficar atenta ao convite. É lá que estarão algumas exigências dos noivos como o tipo de traje ideal e, em alguns casos, até mesmo restrições de cores ou modelos.

Por isso, fique ligada para não escolher um vestido curto, por exemplo, quando o convite dizia black tie (que pede trajes elegantes e longos). Além disso, tente adequar a sua roupa ao momento.

Se você vai participar de uma cerimônia em que a religião é diferente da sua, tente saber se existem algumas restrições quanto aos trajes para não destoar dos demais convidados ou até mesmo ofender a crença dos noivos.

E claro, tente não pecar pelo excesso. Lembre-se que esse é o dia especial dos noivos e não “roube a cena” com vestidos muito curtos, com decotes profundos, com brilhos exagerados ou que pesem para o vulgar.

Vestido de festa para casamentos de dia

IMG_7792

Os casamentos realizados durante o dia estão cada vez mais comuns e pedem por trajes mais leves e confortáveis, principalmente nos dias mais quentes e em festas ao ar livre.

Nesses casos, o comprimento do vestido pode ser mais curto, na altura do joelho ou os modelos midi. Em relação às cores, invista em tons claros e alegres para não errar, sem brilhos ou bordados. As estampas também são bem vindas, desde que sejam discretas.

Para os pés, as sandálias ficam ótimas com os dias mais quentes e são opções elegantes quando usadas com os vestidos mais leves. Tente evitar os acessórios muito grandes e chamativos e opte por peças mais delicadas, finas e românticas.

Se o casamento for ao ar livre, o uso do chapéu está em alta e dá um tom de modernidade e glamour ao look.

Vestido de festa para casamento à noite

IMG_7642

As cerimônias à noite são as que mais permitem ousar e você poderá escolher pelos modelos curtos (sem exageros), midi, longuetes ou longos. O pretinho básico está liberado para as convidadas, mas tente investir em acessórios com brilho ou cor.

Nos casamentos à noite, os tecidos devem ser mais nobres como rendas, seda, organza e até mesmo o veludo. Para mulheres jovens e modernas, os vestidos coloridos são ótimas escolhas. Os tons de nude estão em alta, sobretudo o rosé, mas nesse caso o look pede por brilho nos acessórios. A prata e o dourado ficam ótimos com esses tons.

Com todas essas dicas ficou mais fácil escolher o vestido de festa para casamento? Se você gostou desse conteúdo, compartilhe-o em suas redes sociais!

casamento-durante-a-tarde

Casamento durante a tarde: o que vestir?

Casar-se com um lindo por do sol a emoldurar a cena romântica é um dos desejos de inúmeros noivos ao redor do país e por isso o casamento durante a tarde tem ganhado vários adeptos.

Para as convidadas, contudo, esse horário um pouco incomum para a cerimônia acaba gerando várias dúvidas sobre o que vestir. Se você foi convidada para um casamento durante a tarde e não consegue escolher o traje certo, confira as dicas importantes que separamos!

Como escolher o traje para o casamento durante a tarde?

Os casamentos à tarde e que sejam também ao ar livre combinam muito bem com modelos de vestidos estampados e coloridos, mas com preferência para os tons um pouco mais claros.

Em relação ao comprimento, é sempre importante verificar as exigências no convite, mas os modelos midi costumam ficar muito bem com o casamento nesse horário.

Se o casamento for acontecer em um local aberto, use cores mais alegres, como o amarelo e o laranja – só evite os modelos muito coloridos ou que sejam capazes de chamar mais atenção do que a noiva.

Para não errar, priorize os looks mais leves, com uma modelagem suave e mais solta e feita com tecidos suaves, como a georgette ou a musseline.

Se o casamento for mais requintado é possível apostar em um vestido com bordados, mas opte por aqueles com acabamento fosco que não pesam no look e nem chamam tanta atenção.

Um erro comum é escolher um traje muito informal. Lembre-se que, embora durante o dia, você ainda está se preparando para um casamento e por isso é bom evitar tecidos muito simples ou vestidos muito curtos.

Os acessórios ainda ajudam a compor a produção. Se o vestido escolhido não tem tanta informação, você pode ousar, já se o vestido for bordado ou rendado, por exemplo, opte por acessórios mais delicados.

Ideias do que vestir em um casamento durante a tarde

  • Opte por vestidos em tecidos leves e esvoaçantes, como crepe de seda, seda ou organza;
  • Os vestidos podem ser na altura do joelho e em tons suaves (tanto lisos, como estampados);
  • A maquiagem deve ser discreta;
  • Considere também o local do evento – um casamento na praia, por exemplo, pode exigir cuidados especiais com os sapatos e a escolha do tecido;
  • Se o casamento durante a tarde acontecer no inverno, não se esqueça de que as temperaturas podem diminuir rapidamente, por isso esteja preparada com uma pashmira, uma echarpe ou até mesmo um belo tailleur;
  • Os vestidos longos são permitidos, só tome cuidado para não escolher os modelos muito chamativos com bordados cheios de cristais e canutilhos, por exemplo;
  • Se você não quer um traje óbvio, invista no macacão com cortes chiques e ideais para as festas;
  • Independente do horário é importante que você sinta-se confortável com o traje escolhido. Na dúvida, opte sempre pelo modelo que lhe cai melhor e lembre-se que menos é mais.

Agora ficou mais fácil escolher o que vestir no casamento durante a tarde? Se você gostou desse conteúdo, assine a nossa newsletter e receba dicas valiosas como essa!

escolher o vestido tomara que caia

Como escolher o vestido tomara que caia corretamente?

O vestido tomara que caia é um dos favoritos da maioria das mulheres, sendo uma ótima escolha para noivas, debutantes, formandas e convidadas. Porém, apesar dessa versatilidade, é muito importante ficar atenta a algumas dicas que irão garantir a escolha correta do modelo.

Será que o tomara que caia é indicado para todas as mulheres? Quais delas não podem usar esse tipo de decote? Continue a leitura e veja dicas para escolher o vestido tomara que caia.

3 dicas importantes para escolher o vestido tomara que caia

  1. Busto

Geralmente, o vestido tomara que caia não é uma das primeiras escolhas das mulheres com seios mais fartos, já que a maioria dos modelos não apresenta sustentação necessária, o que pode tornar o look deselegante e vulgar.

Mas, hoje já é possível encontrar modelos com bojo interno ou com estruturas que auxiliam na sustentação, o que permite que todas as mulheres aproveitem os benefícios desse tipo de decote.

Outra dica, para todas as mulheres, é sempre que possível tentar usar o tomara que caia acompanhado de um sutiã sem alça ou um modelador Lib – que ajudam a dar sustentação, moldar o seio e tornar o look mais elegante.

  1. Acessórios

Os acessórios também são fundamentais na hora de montar o look correto. Os brincos mais compridos são ótimas escolhas porque ajudam a alongar o pescoço – eles ficam muito bem com penteados presos. Se preferir os brincos pequenos, cuide para escolher por um modelo mais vistoso.

Os colares devem ser, de preferência, no estilo gargantilha, que ficam mais justos ao pescoço e não brigam com o decote. Já os colares mais alongados devem ser evitados. Você pode finalizar a produção com uma pulseira ou um bracelete.

  1. Formato do corpo

Se você acompanha o nosso blog já deve ter notado que o formato do corpo influencia bastante na escolha do modelo do vestido e também do decote. O vestido tomara que caia, por exemplo, deve ser evitado pelas mulheres mais baixinhas, porque o modelo pode dar a impressão que a mulher é ainda menor – já que há uma “diminuição” entre o espaço do pescoço à cintura.

Outro ponto importante é a cintura. Em geral, o tomara que caia fica mais legal em mulheres de cintura fina, porque essa modelagem pode evidenciar as gordurinhas extras nessa área do corpo. Nesses casos, é melhor optar pelos modelos acinturados, que ajudam a afinar o corpo.

As costas também costumam ficar em evidência com o tomara que caia, e por isso o mais indicado é que elas sejam magras, senão o vestido pode formar pregas e acabar deixando em destaque as gordurinhas.

As mulheres com ombros estreitos também precisam de cuidado na hora de escolher o vestido tomara que caia. Em geral, esse não é o melhor decote para esse tipo de corpo.

O vestido tomara que caia é indicado para:

  • Mulheres com seios pequenos;
  • Mulheres com corpo em formato de pera;
  • Mulheres com corpo em formato retângulo;
  • Mulheres com corpo em formato triângulo.

Com essas dicas, ficou mais fácil escolher o vestido tomara que caia? Curta a nossa página no Facebook e receba sempre dicas bacanas como essa.

 

vestido de festa para senhoras

Vestido de festa para senhoras: como escolher?

Escolher a roupa certa para determinada ocasião é uma dúvida de inúmeras mulheres, mas uma das principais questões dos nossos leitores é a respeito da escolha do vestido de festa para senhoras.

Independente da idade, todas as mulheres querem estar bem vestidas, elegantes e sofisticadas, não é mesmo? Por isso, hoje separamos dicas importantes que vão lhe ajudar a encontrar o modelo certo. Confira!

Vestido de festa para senhoras entre 40 e 50 anos

As mulheres de 40 anos precisam começar a ter um pouco mais de atenção na escolha dos vestidos, mas isso não significa que você não possa ousar ou ainda optar por modelos um pouco mais chamativos.

Contudo, os modelos clássicos ou com a cintura marcada são os mais indicados, porque valorizam a silhueta e deixam o visual mais equilibrado. O vestido curto também é uma opção, sendo os comprimentos midi ou logo acima do joelho os mais indicados.

Se você quer chamar atenção, opte por um vestido de corte clássico, mas que tenha paetês e brilhos em uma cor sóbria, por exemplo, assim estará elegante, mas não passará despercebida.

Para as mulheres de 50 anos, os modelos discretos e elegantes são os mais indicados – de preferência que não exagerem no decote e nem nas transparências. Nos dias de inverno, uma dica bem bacana é usar o terninho por cima do vestido de festa.

Vestido de festa para senhoras entre 60 e 70 anos

Aos 60, uma ideia muito legal é apostar nas estampas para deixar o look mais alegre, principalmente para os eventos durante o dia ou pela manhã. Os curtos e médios também costumam ser bem indicados para qualquer ocasião.

Outra recomendação é investir nos vestidos mais soltinhos, que não marquem a cintura e o quadril, além de serem opções mais confortáveis, já que muitas mulheres podem começar a sentir a pele mais sensível nessa idade.

Para as mulheres com 70 anos, o indicado é investir no conforto e na praticidade – isso significa que, se você desejar, poderá começar a aposentar o salto alto e investir nas sapatilhas e sandálias, sem problemas.

Na hora de optar pelas cores, os tons mais fortes costumam ajudar a valorizar a pele e o cabelo (principalmente para aquelas que decidiram assumir os grisalhos).

Outras dicas para escolher o vestido de festa para senhoras

Invista em modelos com rendas

Os vestidos com rendas são opções muito interessantes porque ajudam a valorizar o modelo, sem chamar muita atenção, trazendo elegância e sofisticação na medida.

A renda pode aparecer em todo o vestido, como uma sobreposição com outros tecidos, ou apenas em alguns detalhes, como nas mangas, nas costas ou até no decote.

Além disso, para os eventos diurnos, a renda é a melhor escolha, sendo preferida ao invés dos vestidos bordados.

Modelos com manga também são bem-vindos

Uma das maiores preocupações das senhoras é com os braços à mostra, já que algumas se sentem incomodadas com os possíveis sinais da idade.

Se esse é o seu caso, invista em modelos com mangas, que são clássicos e possuem inúmeras opções para todos os tipos de eventos. O formato da manga dependerá do seu estilo e também das características do seu corpo.

E, por último, mas não menos importante, sempre se lembre de analisar o horário e as características do evento, seguindo o padrão orientado no convite.

Gostou das nossas dicas para escolher o vestido de festa para senhoras? Compartilhe esse conteúdo com seus amigos em suas redes sociais!

alugar o vestido

5 dicas essenciais para alugar o vestido perfeito!

Não importa se você é convidada, ou a anfitriã – toda mulher sabe o quanto o traje correto é essencial para se sentir bem em qualquer ocasião. Mas, nem sempre é fácil alugar o vestido correto e que lhe ajude a se sentir bem, não é mesmo?

Para conseguir encontrar o modelo certo é preciso considerar alguns pontos, além de garantir tempo suficiente para a busca. Veja algumas dicas importantes que podem lhe ajudar a alugar o vestido certo para qualquer ocasião!

  • Saiba o seu orçamento

Antes de sair experimentando todos os modelos que você encontrar nas lojas, pense em quanto poderá gastar. Já ir até as lojas de aluguel com um valor pré-determinado pode ajudar bastante na hora de afunilar as suas escolhas.

Se você será madrinha, pense que terá de investir um pouco mais, já que seu vestido necessita de mais requinte e sofisticação. Para as noivas, o mesmo é válido. De qualquer forma, buscar com antecedência é a melhor indicação – principalmente se você estiver com o orçamento um pouco mais apertado.

  • Pense em um modelo ideal

Toda mulher sempre tem uma ideia do que deseja vestir em determinado evento. Por isso, já saia de casa com algo em mente, mas não seja muito rígida e esteja aberta a outras possibilidades, levando sempre em consideração a opinião da consultora da loja – que geralmente está acostumada a encontrar o modelo certo considerando seu biótipo, cor de pele e também a ocasião.

Assim, não hesite em perguntar e pedir uma opinião sobre o modelo que está pensando.

  • Planeje

Como dissemos na primeira dica: antecedência é fundamental, ainda mais se você deseja alugar o vestido de noiva. Nesses casos, o recomendado é que a procura seja feita entre 8 meses e 1 ano antes do grande dia.

Esse período é ideal para que a noiva faça 3 provas e ainda tenha tempo hábil para ajustes e customizações.

  • Alugar o Vestido

O aluguel do vestido pode ser uma escolha mais econômica do que mandar fazer o seu vestido.

O mais recomendável é optar por vestidos pret-à-porter (roupa feita industrialmente em série, de boa qualidade  e assinada por um estilista da moda), que já estejam prontos. Dessa forma, você poderá conferir o caimento, avaliar a modelagem e ter noção de como o look final ficará.

  • A decisão é sua

Levar a família para ajudar a escolher o vestido pode ser uma tarefa divertida, desde que você se lembre de que a decisão final é sua – afinal será você quem irá usar o modelo escolhido e é fundamental sentir-se bem com ele.

Por isso, tome cuidado com as pessoas que convida para lhe acompanhar nesse momento e não se deixe influenciar.

Com essas dicas, ficou mais fácil alugar o vestido perfeito para qualquer ocasião? Se você ainda tem dúvidas, deixe um comentário pra gente!

gafes das madrinhas

As 5 Gafes que as madrinhas de casamento devem evitar

Ser convidada como madrinha de casamento é uma honra e uma grande responsabilidade. Justamente por isso é essencial ficar de olho e evitar cometer gafes sérias que podem até mesmo comprometer o seu relacionamento com a noiva.

Foi pensando em lhe ajudar, que hoje nós listamos os piores erros das madrinhas de casamento que você deve evitar. Confira!

  1. Aceitar o pedido sem pensar

Como dissemos no início do texto, ser madrinha é uma honra e uma grande responsabilidade, por isso é importante pensar antes de aceitar o convite. Analise se você tem tempo disponível para auxiliar a noiva em todas as suas demandas, se o seu orçamento permite assumir esse compromisso no momento e, claro, se você tem vontade de ser madrinha da noiva.

É preferível dispensar um convite, alegando de maneira sincera os seus motivos, do que aceitá-lo apenas para agradar a noiva e depois acabar não ajudando ou até mesmo colocando o relacionamento de vocês em risco.

  1. Não escutar os desejos e orientações da noiva

Embora ser madrinha seja extremamente especial e honroso, é preciso sempre se lembrar que o casamento não é seu. Este é o dia especial da noiva e é ela quem deve ter a palavra final sobre todas as decisões que envolvem o casamento.

Todos os detalhes devem sempre ser pensados considerando a personalidade e os desejos da noiva. Um exemplo de erro muito comum nesse sentido é organizar uma despedida de solteira que em nada se relaciona aos desejos ou a personalidade da noiva, deixando-a desconfortável e evitando que esse momento lhe traga boas lembranças.

  1. Querer ter o papel principal

Muitas madrinhas querem brilhar mais do que a noiva e acabam tornando todo o processo de organização de um casamento bastante desgastante. Lembre-se que ser madrinha é uma verdadeira demonstração de altruísmo, pois você estará disponibilizando o seu tempo e a sua dedicação para ajudar a organizar o momento mais especial da vida da sua amiga.

Por isso, evite “fazer dramas e chiliques” para chamar a atenção, como criar picuinhas com outras madrinhas, dar pitaco excessivo nos vestidos escolhidos (inclusive da noiva) e outras situações desagradáveis.

  1. Não cumprir seus compromissos

Se você aceitou o convite para ser madrinha, então precisa dar conta do “recado”. Esquecer-se de datas importantes, reuniões, contatos e outros detalhes importantes na organização é bastante complicado e pode levar a uma situação extremamente desagradável com os noivos.

Se você não pode fazer algo, não tem problema, mas é importante avisar com antecedência e lembrar-se da importância desses compromissos.

  1. Querer ser o centro das atenções no dia do casamento

Não tente roubar a atenção da noiva nem durante a organização, e muito menos no dia da celebração. Evite usar um traje escandaloso ou muito chamativo, de tons exagerados ou em cores que devem ser sempre evitadas, como o preto ou os tons de branco.

Por isso, relaxe e aproveite esse momento feliz ao lado das pessoas especiais para você e, claro, alegre-se com a realização do casal.

Depois dessas dicas, já está preparada para evitar os piores erros das madrinhas? Se você gostou desse conteúdo, compartilhe-o em suas redes sociais!

casamento no inverno

Casamento no inverno: 5 dicas importantes!

Cada vez mais os noivos têm optado pelo casamento no inverno, seja pelos aluguéis mais baratos ou ainda pelo clima ameno, propício para decorações incríveis e fotos lindíssimas.

Se você optou por se casar no inverno, veja as dicas importantes que separamos para tornar esse momento ainda mais inesquecível.

  1. Capriche na decoração

A decoração no inverno deve sempre ser pensada com mais carinho, assim como a escolha do local e o horário da cerimônia e da festa. Lembre-se que é essencial deixar o ambiente o mais aconchegante e quentinho possível.

Mas, mesmo com as temperaturas mais baixas, os casamentos ao ar livre não são totalmente dispensáveis nesse período. Se você sonha em se casar em meio à natureza, é preciso apenas pensar em possibilidades para aquecer os convidados, como aquecedores a gás e painéis revestidos com flores e tecidos.

  1. Escolha flores e mobiliários aconchegantes

O tema do casamento deve ser muito bem pensado para trazer uma sensação de aconchego maior. Use tecidos com texturas mais grossas, como o couro, o veludo e a camurça e inclua alguns elementos extras, como tapetes e cortinas.

As cores também devem estar de acordo com essa estação, sendo uma ótima dica combinar os tons pastéis com outros tons mais fechados, como o vermelho queimado, o cereja ou o carmim.

As flores da estação também precisam estar presentes, como: copo-de-leite, boca-de-leão, flores de cerejeira, astromélias, rosas, orquídeas chuva de ouro ou cymbidium, mosquitinho e flor de ervilha.

  1. Pense com cuidado no que servir

Se as temperaturas diminuem, a fome aumenta e por isso o seu cardápio deve garantir que todos os convidados sintam-se bem e aquecidos. Antes de decidir pelo menu, contudo, pense no local da festa e no que poderá deixar o convidado o mais confortável possível, afinal, se os convidados sentirem muito frio, eles podem ir embora antes do final da festa.

Para evitar essa situação chata, opte por um cardápio mais calórico, com aves, carnes e sopas, claro que tudo sempre muito bem aquecido. Acompanhe com bebidas típicas da época, como o vinho tinto.

  1. Traje para as madrinhas e convidados

Uma das dúvidas mais comuns do casamento no inverno é sempre a questão da roupa. Para não errar, considere tecidos com texturas mais invernais, como o tafetá, e também em cores mais fechadas ou neutras.

Mas é claro que tudo depende do horário e do local da festa que poderão definir se o seu traje terá ou não alças grossas, decote mais ou menos ousado, mangas, brilhos e outros detalhes.

Para as mulheres, os acessórios são sempre ótimas saídas para se proteger do frio, como as pashmiras, os boleros, as echarpes e outras. Complete o visual com meia-calça (que sempre deve ser fina) e sapato fechado.

  1. Vestido da noiva também deve seguir tendência invernal

A noiva precisa ter uma atenção dupla nesse tipo de casamento: optando por um vestido que valorize o seu corpo e que a deixe confortável e aquecida. Mas, isso não precisa significar que você deverá usar um vestido com mangas pesadas e bufantes se esse não for o seu estilo.

Você poderá pensar em vestidos com tecidos um pouco mais densos, como a zibeline, e até com mangas compridas que ajudam a barrar o frio.

Gostou das nossas dicas de casamento no inverno? Se você ainda tem alguma dúvida, deixe um comentário pra gente!

acessorios de cabeca para noiva

Acessórios de cabeça para noivas: como escolher o adequado?

Toda mulher sabe a importância dos acessórios em uma produção – e para quem vai se casar, eles são ainda mais essenciais. Uma das principais dúvidas é sobre a escolha dos acessórios de cabeça para noivas, já que são várias as opções e é preciso que eles tenham harmonia com o restante do look.

Se você vai se casar em breve, confira as dicas importantes que separamos e que podem deixá-la ainda mais incrível para o seu grande dia!

  • Tiaras

As tiaras de noiva estão em alta e podem combinar muito bem com o véu, o voilette e outras opções. Na recepção, por exemplo, você poderá retirar o véu e ainda assim continuar bem arrumada e elegante com a tiara.

Mas, para que esse acessório não fique exagerado – ou até mesmo coloque a sua produção em risco, é preciso que o modelo escolhido esteja em sintonia com o seu vestido e também com o formato do seu rosto.

Se você tem o rosto redondo, opte por uma tiara que tenha um pouco de altura e seja capaz de alongar a sua face. Já se você tem o rosto longo, o melhor é escolher por tiaras com pouca ou nenhuma altura.

Para as noivas de rosto oval, o indicado é evitar os modelos de tiara com pico no topo, sendo as mais recomendadas as estilo pente. As mulheres de rosto redondo devem usar uma tiara que tenha um ponto no topo.

  • Coroas

São um pouco semelhantes às tiaras, mas possuem um ar mais imponente e estão diretamente ligadas a figuras de poder, como rainhas e princesas.

Elas podem aparecer em diversos tamanhos, largas ou estreitas, e, depois de ficarem alguns anos esquecidas, voltaram com força total para a cabeça das noivas mais antenadas no mundo da moda.

Para escolher a melhor coroa, é preciso pensar no estilo do seu vestido (que deve combinar com essa pegada mais romântica e não “pesar” o look) e também com o seu penteado.

As noivas com rosto alongado e queixo quadrado devem usar as coroas mais próximas da testa, adotando um estilo mais romântico, já as mulheres de rosto arredondado podem associá-la a um penteado alto, como o coque ou o moicano.

Além disso, lembre-se que as coroas costumam combinar mais com cerimônias e vestidos tradicionais.

  • Headbands

Estão em alta e são opções mais leves e despojadas – ideais para quem pretende se casar ao ar livre ou irá realizar um casamento mais intimista, por exemplo.

Para um casamento no campo ou na praia, que faça o estilo boho-chic, é possível investir em uma headband delicada, sendo a melhor opção para as noivas que não querem usar o véu.

As headbands surgiram inspiradas pelas coroas de flores que os gregos usavam ao redor da cabeça, por isso são adereços com movimento e mais delicados.

Inclusive, é esse movimento que permite que o adereço seja posicionado de várias formas na cabeça, como um porta-coque ou mais próximo da testa, dependendo do estilo do seu look. O importante é escolher um material que tenha relação com a produção que você está montando.

Com essas dicas, ficou mais fácil escolher entre os acessórios de cabeça para noivas? Ainda tem dúvidas? Deixe um comentário pra gente!

dia da noiva

Dia da Noiva: o que é e como funciona?

Toda mulher que vai se casar muito possivelmente já tenha ouvido falar no Dia da Noiva, não é mesmo? Mas você sabe exatamente como esse serviço funciona? E, será que ele é recomendado para o seu caso?

Se você está se decidindo por contratar ou não um serviço de Dia da Noiva, veja as dicas e informações importantes que separamos e que podem lhe ajudar nesse momento!

O que é o Dia da Noiva?

O Dia da Noiva é um serviço oferecido por muitos salões de beleza e cerimoniais que visa produzir a mulher em todos os sentidos para que ela se transforme na noiva que será vista na recepção e no casamento.

Para isso, são oferecidos inúmeros tipos de pacotes, com variações nos tratamentos que podem até mesmo começar meses antes do grande dia – como pacotes de massagem, acompanhamento nutricional e muitos outros.

Alguns pacotes podem ser estendidos para as outras mulheres que participarão do casamento, como a mãe da noiva e do noivo, as madrinhas e as amigas da noiva.

Aliás, o Dia da Noiva se tornou tão procurado que até alguns Spas estão se especializando e oferecendo pacotes completos, com serviços para a noiva e o noivo e opções especiais para a lua de mel.

Como funciona o Dia da Noiva?

Já deu para notar que existe uma infinidade de pacotes e opções, para todos os gostos e bolsos, não é mesmo?

Alguns serviços podem buscar a noiva na sua casa e levá-la até o salão ou Spa, onde ela passará o dia recebendo todos os tipos de cuidado, como massagens relaxantes, banho de ofurô, esfoliação e hidratação corporal, manicure e pedicure, limpeza de pele, depilação, sobrancelhas, colocação de cílios postiços e muitos outros.

Para quem não deseja passar o dia fora, existem pacotes em que os profissionais se deslocam até a casa da noiva ou da mãe da noiva, por exemplo, para realizarem todos os tratamentos.

Além dos serviços de beleza, que visam deixar a noiva ainda mais bonita para o grande dia, os pacotes também buscam proporcionar um momento agradável e relaxante que pode ser aproveitado sozinha ou com as amigas.

Como escolher o melhor pacote de Dia da Noiva?

Como as opções estão cada vez mais amplas, nem sempre é fácil definir o que é mais ou menos adequado, não é mesmo? O mais importante é você analisar o seu orçamento, afinal o Dia da Noiva não deve comprometer a sua vida recém-iniciada.

Além disso, coloque na balança o que é mais importante para você e os tratamentos indispensáveis para o grande dia. É claro que todo mundo quer aproveitar uma sessão especial e relaxante de banho de ofurô, por exemplo, mas se o seu orçamento está apertado, talvez essa opção possa ser dispensada.

Também vale a pena conversar com a empresa que oferece o pacote, já que algumas vezes podem ser conseguidos descontos interessantes ao realizar no mesmo espaço o Dia do Noivo, por exemplo, ou maquiar e arrumar as madrinhas.

Com essas dicas, ficou mais fácil optar pelo melhor Dia da Noiva para você? Curta a nossa página no Facebook e receba sempre conteúdos bacanas como esse!